Home | Contato | Mapa do Site

Busca no site:
:: SANTA CASA DE MAUÁ >> SANTA CASA DE MAUÁ

Especialista alerta para diagnóstico precoce do câncer de próstata


Novembro é o mês da conscientização do câncer de próstata, segunda maior causa de morte no Brasil entre homens, ficando atrás apenas do câncer de pulmão. Segundo o urologista da Santa Casa de Mauá, Karlo Sousa, o diagnóstico da enfermidade em fase inicial possibilita que o tratamento tenha êxito em até 90 % dos casos.


O câncer de próstata manifesta-se lentamente e muitas vezes sem sintomas na fase inicial. Mas, com o tempo, o tumor cresce e pode provocar sangramento, obstrução do jato urinário e dor pélvica. 


Segundo o especialista, é importante lembrar aos homens que não é necessário esperar o Novembro Azul ou o aparecimento de um sintoma para procurar um médico e que a ausência de sintomas não deve ser visto como exclusão do exame periódico. "Os exames preventivos devem ter início a partir dos 50 anos e para aqueles que possuem histórico ou são negros devem começar a partir dos 40 anos”, recomenda. 


O exame mais comum é o PSA, que associado ao toque retal consegue diagnosticar boa parte dos casos. O PSA não elimina o teste físico. Os dois exames complementam-se e o laudo confirmatório dar-se-á pela  biópsia da próstata guiada por ultrassom.


Conforme o estágio da doença, o tratamento pode ser feito com cirurgia, radioterapia ou hormonioterapia. Esses procedimentos podem provocar efeitos colaterais em alguns pacientes, como incontinência urinária e impotência. Entretanto, os dois casos são tratáveis. Vale ressaltar que na fase inicial as chances de cura são maiores. 


De acordo com o médico não existe uma causa específica para o desenvolvimento do câncer de próstata, porém alguns fatores podem predispor à doença. Por isso, é importante ter uma alimentação balanceada para manter o peso, fazer exercício físico e evitar alimentos gordurosos e com muito açúcar.


Informações à Imprensa:

MP & Rossi Comunicações

Marli Popolin

mprossi@uol.com.br

 (11) 4436-8408 / 99602-4430

www.mprossi.com.br 


16/11/2017